Sexta, 17 de Setembro de 2021
(45) 99938-0102
POLICIAL APREENSÃO

Atuação conjunta das polícias resulta em aumento na apreensão de drogas no primeiro semestre

Atuação conjunta das polícias resulta em aumento na apreensão de drogas no primeiro semestre

09/09/2021 16h09
139
Por: Michelli Lazzeri Fonte: AEN
Atuação conjunta das polícias resulta em aumento na apreensão de drogas no primeiro semestre

O trabalho integrado das polícias no combate ao tráfico de drogas no Estado resultou em um aumento de 13,5% na quantidade de drogas apreendidas (maconha, cocaína e crack) no primeiro semestre de 2021, se comparado ao mesmo período de 2020. 

De acordo com o balanço da Secretaria de Segurança Pública, de janeiro a junho deste ano foram apreendidas 134 toneladas dessas drogas, além de 20,3 mil comprimidos de ecstasy e 13,1 mil pontos de LSD (sintéticas). Em 2020, no mesmo período, foram 118 toneladas.

“A interceptação desta grande quantidade de drogas no primeiro semestre é fruto do planejamento integrado e trabalho diuturno das forças de segurança estaduais, e que contam com o apoio das forças federais. A Polícia Militar tem ampliado seu efetivo nas ruas para atuação ostensiva e preventiva, da mesma forma que a Polícia Civil tem promovido grandes operações de repressão qualificada”, afirmou o secretário Romulo Marinho Soares.

O relatório aponta a quantidade de drogas apreendidas em cada um dos 399 municípios do Estado. A maconha, como em outros semestres, foi a mais interceptada. Ao todo foram 131 toneladas, 13,6% a mais do que o mesmo período do ano anterior (115,4 toneladas).

Algumas cidades da região Oeste do Paraná tiveram aumento expressivo nas apreensões de maconha. O município de Toledo teve a maior, com mais de 17,1 toneladas. Em Foz do Iguaçu, as forças policiais retiram de circulação 13,7 toneladas, e em Cascavel, 8,8 toneladas.

Ainda na região Oeste, somente em uma abordagem em operação contra o tráfico de drogas, no início de junho, policiais civis apreenderam mais de 2 toneladas de maconha, em São Miguel do Iguaçu. Já a Polícia Militar, também em uma abordagem, em Santa Helena, apreendeu mais de uma tonelada.

“Foram retiradas das ruas e rodovias paranaenses e, até de outros estados, porque as drogas circulam, grande quantidade de maconha, sem contar cocaína, crack e outras drogas ilícitas. Isso se deve ao trabalho de inteligência da Polícia Militar, à participação dos efetivos especializados e dos regulares”, destacou o coronel Hudson Teixeira, comandante-geral da PM.

COCAÍNA – Ainda segundo os dados, 2 toneladas de cocaína foram impedidas de circular no Paraná de janeiro a junho, aumento de 11% de apreensão na relação com 2020 (1,8 tonelada). Os municípios que tiveram maior apreensão foram Santa Fé (472 quilos) e Umuarama (457 quilos), no Norte e Noroeste do Paraná, respectivamente.

CRACK – Já em relação ao crack, as forças policiais estaduais retiraram de circulação cerca de 558 quilos. No entanto, o número é menor (-28,3%), se comparado ao mesmo período do ano passado, com 779,39 quilos. A cidade de Guaíra, no extremo Oeste, teve a maior quantidade de crack apreendida (132,07 quilos), seguida de Londrina (99,19 quilos).

Para o delegado-geral da Polícia Civil do Paraná, Silvio Jacob Rockembach, o investimento em tecnologia, aliado à atividade de inteligência da Polícia Civil, vem contribuindo significativamente para o aumento nas apreensões de drogas.

“Estamos atacando em vários pontos específicos por meio do trabalho de inteligência, com o uso de tecnologia e isso tem proporcionado maior velocidade no cruzamento de dados, nas análises e na identificação de criminosos atuantes no tráfico de drogas. O resultado desse investimento, aliado à agilidade e capacitação do policial, tem possibilitado aumento nas apreensões de drogas”, disse.

SINTÉTICAS – As apreensões de drogas sintéticas (ecstasy e LSD) também tiveram aumento no Paraná. De acordo com o relatório, o recolhimento de LSD subiu de 8.812 pontos em 2020 para 13.122 pontos em 2021, crescimento de 48,9%. Já as apreensões de ecstasy caíram 21,6% (de 25.964 comprimidos para 20.348).

CAPITAL – Na Capital também houve apreensão massiva de ilícítos, mais de 2,6 toneladas, incluindo maconha, cocaína e crack. Só de maconha foram retiradas de circulação 2,3 toneladas. De cocaína e crack, 144,77 e 98,27 quilos, respectivamente. Foram apreendidos, ainda, 6.308 comprimidos de ecstasy e 4.044 pontos de LSD.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Cafelândia - PR
Atualizado às 06h15 - Fonte: Climatempo
16°
Poucas nuvens

Mín. 17° Máx. 30°

16° Sensação
19.3 km/h Vento
83.1% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (18/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 34°

Sol com algumas nuvens
Domingo (19/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 36°

Sol com algumas nuvens
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias