ACAMOP: Nova diretoria é empossada e destaca união no Oeste

A nova diretoria da Associação de Câmaras e Vereadores do Oeste do Paraná (Acamop) foi empossada no sábado (20). A eleição por aclamação, foi realizada na sede da associação em Cascavel, e nesse momento, devido à pandemia, os vereadores associados participaram da assembleia geral de forma hibrida, tendo a opção de acompanhar de forma on-line.

O novo presidente é o vereador Jorge Rieger (PL), de Céu Azul, que ressaltou durante a posse quais serão as principais metas da Acamop. “Rebemos a associação com as contas em dia, organizadas, mas sabemos que o desfio é grande. Vamos visitar as câmaras, se envolver com os vereadores, e olhar o que é relevante nas causas regionais. Para isso, vamos fazer as visitas in loco, pois uma Acamop forte é possível com a união de todos”, afirma.

Durante assembleia, a antiga diretoria apresentou sua prestação de contas, incluindo informações sobre a lista de despesas e o saldo da associação. “Fizemos diversas economias, pois nosso objetivo era acertar as dívidas, acertar todas as contas pendentes. Esperamos que a nova diretoria possa contribuir ainda mais”, diz o ex-presidente da Acamop, Ronaldo Pohl. “O saldo é inédito, saio agora com a sensação de trabalho cumprido”, complementa o ex-tesoureiro, Holdi Romer.

Todas as medidas de prevenção à Covid-19 foram respeitadas.

Conheça a nova diretoria da Acamop:

Vice-presidente, vereador da cidade de Cafelândia, Charles Roling (DEM): “A Acamop é muito importante para a representatividade do Oeste do Paraná. O objetivo é tracejar ações, e que também envolvam a comunidade, defendo as boas políticas públicas, a boa aplicação do dinheiro público, que resultam na qualidade de vida dos munícipes”.

Segundo vice-presidente, vereador de Marechal Cândido Rondon, Rafael Cristiano Heirich (PL): “ Acamop tem importância estratégica para o fortalecimento dos debates na defesa dos interesses da população do Oeste do Paraná junto aos governos federal e estadual”.

Primeiro tesoureiro, vereador de Cascavel, Edson Souza (MDB): “Precisamos discutir junto e pensar bandeiras que sejam conjuntas, e assim, pensar políticas que realmente façam a diferença na vida das pessoas”.

Segundo tesoureiro, vereador da cidade de Pato Bragado, Dante Conrado Mundt (MDB): “A Acamop é um elo importante para conseguirmos buscar recursos junto ao Governo Estadual e Federal. A representatividade das cidades pequenas, nesse contexto, é essencial, pois sabemos o quanto essas cidades precisam ser valorizadas”.

Primeiro secretário, vereador de São Miguel do Iguaçu, Marcos Murback (Republicanos): “O objetivo é a união de todas as câmaras e assim fortalecer o legislativo da região Oeste. Essa união vem a calhar com a representatividade dos vereadores das pequenas cidades”.

Segundo secretário, vereador de Corbélia, Eli Stefanello (Podemos): “Precisamos fortalecer os vereadores com seus projetos, e o objetivo da Acamop é somar com a união de todos para que as propostas e o diálogo sejam cada vez mais fortalecidos, e assim, consigamos angariar mais recursos para a região”.

Read Previous

Copel prorroga prazo de chamada pública para compra de energia de pequenos geradores

Read Next

Covid-19: Assis Chateaubriand vacina 587 pessoas em um dia

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Most Popular

Siga no Instagram